menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Curva de transmissão do coronavírus volta a subir em Campinas após 7 de setembro

Taxa de transmissão está em 1%, o que é considerada alta

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

10h50 - 18/09/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A negligência de alguns moradores de Campinas que participaram de aglomerações no Feriado de 7 de setembro está provocando o primeiro resultado negativo que é a alta na curva de transmissibilidade do coronavírus na cidade.

Segundo o secretário de Saúde, Carmino de Sousa, a curva ficou alta até julho, ficando acima de 1% de transmissão. Porém, após esse mês a taxa começou a cair ficando abaixo de 1%. “Só que voltou a subir após o feriado e hoje voltamos a 1%, o que é um sinal de alerta. Parou de melhorar”, disse o secretário, lembrando que no feriado até parecia que o vírus tinha sido extinto.

E essa mudança já provocou reflexos na rede de saúde. Segundo o secretário, foram observados três alertas. O primeiro foi o aumento da procura por atendimento na atenção básica. Também houve alta no número de pacientes no Hospital Mário Gatti por síndromes gripais. E o terceiro alerta foi o aumento de procura por vagas de internação nos hospitais em leitos de retaguarda. “Chegamos a ter dois dias com uma certa pressão. Muitos desses pacientes que procuraram ajuda eram jovens”, disse Carmino.

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), disse que é díficil saber se a o aumento se deu devido às pessoas que foram às praias ou que estão frequentando os bares. “Tudo o que provoca aglomeração é um risco”, disse ele.

Já a taxa de transmissibilidade de síndromes respiratórias graves na cidade está abaixo de 1%.

Medidas de segurança

Carmino pediu para que as pessoas entendam a gravidade da doença e utilizem máscaras de proteção contra o coronavírus, álcool em gel e que evitem a aglomeração.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade