menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Delegada Teresinha solta o verbo contra as candidaturas de Rafa Zimbaldi e Dario Saadi

Pré-candidata do PTB criticou adversários na corrida pela principal cadeira do Palácio dos Jequitibás

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

16h00 - 27/08/2020

Atualizado há 2 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A pré-candidata do PTB à Prefeitura de Campinas, delegada Teresinha, mirou a metralhadora contra as candidaturas de Rafa Zimbaldi e Dário Saadi, pré-candidatos a prefeito pelo PL e Republicanos, respectivamente. O primeiro devido a uma possível articulação política que poderia tirá-la do páreo como candidata a prefeita em novembro. O segundo, juntamente com Wanderley Almeida, o Wandão, por fazer parte do grupo do prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB).

As críticas foram feitas nesta quinta-feira (27/08) durante o programa Bastidores do Poder, da Band Mais, apresentado por mim e pela jornalista Zezé de Lima.

A irritação da pré-candidata se deu devido a uma conversa nos bastidores de que Rafa estaria articulando para ter o apoio do PTB em seu arco de alianças. As negociações estariam sendo feitas com os caciques do partido em Brasília. “Na política nada é impossível, mas tenho as palavras do Campos Machado e do Roberto Jefferson de que a candidata do PTB a prefeita em Campinas. Agora, uma pessoa que se candidata a prefeito e articula nos bastidores não é uma candidatura muito saudável para Campinas”, disse ela.

Ela disse ainda que se perder a vaga de candidata para uma aliança, vai dizer que a política não mudou e que continua sendo a dos acordos e do “tapetão”. “Minha candidatura está posta. Não vou assumir papel coadjuvante. Tô fora”, disse ela.

A pré-candidata disse que não vê diferença entre as candidatuas de Rafa e de Dário. “Rafa é Jonas. Dário é Jonas”, disse ela.

Segundo ela, Rafa, quando era presidente da Câmara de Vereadores, foi o responsável por levar à aprovação o projeto de lei que permitiu a entrada da OS Vitale no Hospital Ouro Verde. Os diretores da Organização Social foram presos sob acusação do Ministério Público de corrupção na unidade hsopitalar.

Laranja

Ela foi mais crítica quanto à candidatura de Dario Saadi. Sem rodeios, ela disse que o fato de Dario ser cabeça de chapa é apenas de fachada.

Wandão vai ser o prefeito e Dário, o laranja

Teresinha de Carvalho, pré-candidata a prefeita pelo PTB

Questionada sobre essa fala, ela disse que nunca viu uma pessoa que sempre trabalhou nos bastidores, no caso, Wandão, virar protagonista. “Quem é Wandão na ordem política? Nunca foi linha de frente desde Jacó (Bittar). Ele sempre atuou nos bastidores”, disse ela.

A pré-candidata disse esperar que Jonas não faça o seu sucessor. “Espero que os eleitores entender a importância de ter um olhar feminino afetivo e amoroso sobre a cidade. Sei como administrar a cidade com lealdade e responsabilidade para o futuro.”

Outro lado

Dário Saadi rebateu a critica de Teresinha. “O comentário destemperado demonstra que ela finge desconhecer a minha história na vida pública de Campinas”, disse ela.

Wandão não atendeu ao telefone para comentar as críticas.

Já Rafa Zimbaldi disse que respeita a delagada e que em nenhum momento tentou desmerecer a candidatura dela. “Por ser deputado estadual vou muitas vezes a Brasília para buscar recursos para Campinas e região e não para fazer politicagem. Eu não iria para Brasília para tratar de um negócio tão pequeno como esse (apoio candidatura)”, disse ele.

Sobre a colocação do projeto de lei que permitiu a gestão da OS no Hospital Ouro Verde, Rafa respondeu que um dos papéis de presidente da Câmara é colocar projetos em votação. E, no caso deste específico, ele não poderia se omitir porque o pedido para a proposta ir à votação foi da maioria dos vereadores.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade