menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Campinas registra 26,2 mil casos de dengue

Prefeitura trabalha com possibilidade de epidemia da doença em 2020

Rose Guglielminetti

18h00 - 25/11/2019

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Campinas registrou até a última sexta-feira (22/11), 26.259 casos confirmados de dengue. A expectativa não é das melhores. A Saúde prevê uma epidemia para o ano que vem, com a possibilidade de se repetir os números de 2015, quando 65 mil pessoas ficaram doentes.

A explosão dos casos está sendo projetada para fevereiro de 2020. Para isso, a Prefeitura de Campinas vai instalar quatro “dengários” nos Hospitais Mário Gatti, Ouro Verde e nas UPAs Carlos Lourenço e Campo Grande. Os “dengários” são espaços destinados exclusivamente para atender pacientes da doença, com cadeiras para hidratação.

Além disso, a prefeitura já fez a compra antecipada de insumos como soro, cadeiras de hidratação, além de previsão de contratação de exames. Só de hemogramas estão sendo estimados 100 mil exames.

Seminário

Na manhã desta segunda-feira (25/11), a prefeitura realizou o seminário “Todos contra a dengue”. Até amanhã serão realizadas palestas e apresentações esportivas e culturais no Salão Vermelho e no saguão do Paço Municipal.   

O objetivo do seminário é conscientizar a todos sobre a necessidade de combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, da zika e da chikungunya, ampliar a parceria com a sociedade civil, o terceiro setor e a Prefeitura na promoção da saúde pública e manter a parceria já existente com entidades do terceiro setor.  

“No nome ‘Todos contra a dengue’, a palavra todos tem muito valor. As ações de combate ao mosquito tem que envolver todo mundo. Isso é cidadania – a comunidade pensando no coletivo e enfrentando os problemas que atingem a todos”, disse o vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira (PSB).

publicidade
publicidade
publicidade