menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Dia D tem baixa adesão à vacinação contra a pólio

Cobertura vacinal está em 21,7%

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

15h58 - 19/10/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O Dia D da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação, realizado no último sábado ( 17/10) vacinou 10.575 crianças contra poliemielite e outras vacinas. No total, foram imunizadas 12.771 crianças contra a poliomielite e 7.048 crianças e adolescentes atualizaram a vacinação contra várias outras doenças. No caso da pólio, há uma baixa adesão já que a meta é atingir 58.803 crianças e a cobertura está em 21,7% e a meta é chegar a 95%.

De acordo com a Saúde, no último sábado foram aplicadas 7.195 doses de vacina contra poliomielite. Já com relação à Multivacinação, 3.380 crianças receberam vacina, sendo que 6.370 compareceram aos Centros de Saúde ou postos extras para verificarem a situação vacinal.

Na última sexta-feira (16/10), o secretário de Saúde, Carmino de Souza, disse que ficaria feliz se conseguisse vacinar 60 mil crianças.

A campanha, que começou no dia 5 de outubro, vai até o dia 30. As vacinas estão disponíveis em todos os 66 Centros de Saúde de Campinas. Os endereços podem ser consultados no link: http://www.saude.campinas.sp.gov.br/saude/eventos/eventos_2020/campanha_multivacinacao/locais_vacinacao.htm.

Quem pode se vacinar

Podem se vacinar contra a pólio crianças de 0 a 4 anos. A Campanha atual é direcionada para crianças de 1 a 4 anos que recebem a gotinha.

Crianças menores de um ano recebem dose injetável.

Já a multivacinação quer atualizar as carteiras vacinais de crianças e adolescentes menores de 15 anos. O objetivo é atingir a meta de cada vacina recomendada para esta faixa etária. Entre as vacinas estão tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), tríplice não viral e pentavalente.

Para evitar aglomerações, é permitido apenas um acompanhante por criança e adolescente a ser vacinado. As salas de vacina foram organizadas com protocolos de higienização e para manter o distanciamento social. Pessoas com suspeita ou caso confirmado de Covid-19 ou ainda aquelas que foram expostas a casos suspeitos ou confirmados não devem comparecer às unidades de saúde.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade