menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Esporte

Djokovic rebate críticas e não garante presença no US Open

Sérvio se diz vítima de caça às bruxas após a confirmação de casos de coronavírus no Adria Tour

Esportes

07h45 - 09/07/2020

Atualizado há 6 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O sérvio Novak Djokovic se pronunciou pela primeira vez contra as críticas que recebeu pela organização do Adria Tour na região dos Bálcãs no mês passado. O torneio de exibição disputado durante a pandemia teve quatro casos confirmados de coronavírus entre atletas, incluindo o próprio número 1 do mundo.

Djoko reforçou que o evento era uma ação solidária e se disse vítima de uma caça às bruxas.

“Só vejo críticas muito maliciosas. Acho que há algo mais por trás delas como se houvesse uma agenda, como se fosse uma caça às bruxas. Alguém tem que cair, alguém com um nome precisa ser o principal culpado de tudo”, afirmou em entrevista ao jornal sérvio Telegraf.

“Minha intenção era pura. Eu estava totalmente comprometido a organizar um evento humanitário para ajudar jogadores e as federações de tênis na região”, completou.

Após anunciar que estava livre da covid-19, Djokovic já voltou a treinar de olho na retomada do calendário da ATP a partir de agosto. Ele revelou que pretende jogar os torneios do saibro europeu e colocou em dúvida a participação no US Open, que começará no dia 31 de agosto.

“Não tenho certeza se vou jogar no US Open. Planejo jogar em Madri, Roma e Roland Garros em setembro”, disse.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias