menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Doentes com novo coronavírus vão a 69 e governo focará idosos, após declaração de pandemia pela OMS

Pessoas com saúde debilitada também receberão atenção especial por integrarem principal grupo de risco da doença

Agência Brasil, Band Mais

16h26 - 11/03/2020

Atualizado há 4 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O Brasil já tem 69 casos confirmados do novo coronavírus. São 17 a mais do que o número divulgado na tarde desta quarta-feira (11) pelo Ministério da Saúde 52. Os novos casos vieram de São Paulo, 16, e um da Bahia.

São Paulo concentra a maioria das pessoas infectadas (47), seguido de Rio de Janeiro (13), Bahia (3) e Rio Grande do Sul (2) e Alagoas, Espírito Santo Minas Gerais e Brasília (2).

Os casos suspeitos estão em 907. Já os casos descartados somaram 880. A taxa de letalidade (a proporção de mortes em decorrência do vírus pelo número de casos) está em 3,4%.

No panorama global, conforme informações divulgadas na quarta, o número de casos continua subindo. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, que monitora o Covid-19 em parceria com institutos e ministérios de saúde de diversos países, 121.564 pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus. O número de mortes, no momento da reportagem, é de 4.373. O número de pessoas que não apresentam mais sintomas após terem sido diagnosticadas – portanto, consideradas curadas – está em 66.239.

Foco nos idosos

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou na quarta (11) ao divulgar boletim de atualização sobre o novo coronavírus que o foco das ações está em “proteger idosos e pessoas com saúde debilitada, principal grupo de risco do coronavírus”. De acordo com os dados mais recentes, o país tem agora 37 dados confirmados de infecção pelo Covid-19.

Medidas no Congresso

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, limitou a entrada de pessoas na Casa para prevenir a disseminação do coronavírus.

Pandemia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, nessa quarta-feira (11), que o novo coronavírus agora é classificado como pandemia, o que altera o protocolo de ação de países signatários da organização.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade