publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Doria ataca o ministro da Saúde após fala sobre financiamento da Coronavac

Governador de SP fez duras críticas à Eduardo Pazuello

Manuel Correia, Band Mais

16h45 - 17/01/2021

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O governador João Doria criticou na coletiva deste domingo (17), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Os “xingamentos” ao dirigente da pasta se deu após fala sobre o financiamento da vacina Coronavac, que é produzida pelo Instituto Butantan e a farmacêutica Sinovac.

Segundo Pazuello, a Coronavac teve aportes do SUS, Sistema Único de Saúde. A afirmação foi feita na coletiva que o ministro concedeu, ao mesmo momento em que ocorria a do governador. Já terminada a sua coletiva, João Doria, que ainda realizada a sua, aproveitou que as emissoras de TV voltaram a transmitir a sua fala para atacar o ministro.

Doria afirmou que a Coronavac não teve “um real de dinheiro federal”. Segundo o governador, todo o desenvolvimento e produção teve como financiamento os cofres do Estado de São Paulo.

Em um novo ataque, dessa vez ao Programa Nacional de Imunização, afrontando o Ministério da Saúde, João Doria contrariou o contrato em que a pasta fez com o Instituto Butantan. Além de imunizar a primeira pessoa no país, na tarde deste domingo (17), ele divulgou que nesta segunda-feira (18) enviará 50 mil doses ao governo do Amazonas para imunizar os profissionais da saúde.

Pazuello divulgou em sua coletiva que a campanha nacional de vacinação irá começar, em todos os estados, na quarta-feira (20), às 10h.

0 Comentário

publicidade
publicidade
Mais notícias