menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Divulgação/Prefeitura de Sorocaba

Notícias

Doze toneladas de criadouros de dengue são removidas em Sorocaba  

Cidade vive epidemia da doença

Band Mais

18h09 - 12/02/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Doze toneladas de criadouros da dengue foram removidas, em dois dias, na operação cata-treco realizada pela Prefeitura de Sorocaba. A cidade vive uma epidemia da doença, com 190 casos confirmados de dengue.

De acordo com dados da Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom), nesta quarta-feira (12/02), a ação ocorreu na região da Vila Angélica que compõe um total de 20 bairros. Somente neste bairro, sete toneladas de materiais inservíveis foram recolhidos. As outras cinco toneladas foram removidas na terça-feira (12/02), no bairro Lopes de Oliveira. A programação termina no dia 14 de fevereiro e está sujeita à alteração por conta da possibilidade de chuva.

Nesta quinta-feira (13), a ação ocorrerá na região do Jardim Simus. Os locais da operação cata-treco foram definidos conforme a concentração de casos de dengue nas regiões da cidade.

Os materiais recolhidos são, em maioria, sofás quebrados, eletrodomésticos velhos que não funcionam mais, como geladeiras, fogões, tevês, ventiladores e micro-ondas. Além de tanques de lavar roupas, guarda-roupas, camas quebradas, pneus, latas e até vasos sanitários quebrados. A orientação é que os cidadãos deixem esses itens em frente de suas casas antes das 8 horas, o horário de início da programação, para que possam ser recolhidos.

Casos confirmados

Até o momento, Sorocaba registrou 190 casos confirmados de dengue (140 autóctones, 47 importados e 3 indeterminados), 5 de chikungunya (3 autóctones e 2 importados). Não há casos de febre amarela e zika.


 

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade