menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Eleitores de Campinas registram alta no nível de escolaridade nos últimos quatro anos

Número de eleitores com superior completo aumentou 63,95% na cidade

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

08h00 - 09/08/2020

Atualizado há 2 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O nível de escolaridade entre os eleitores de Campinas registrou alta nos últimos quatro anos, segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Entre os votantes houve aumento dos que têm nível superior e médio completos. A cidade tem 843.433 eleitores aptos a votar nas eleições de novembro deste ano.

A maior alta foi registrada entre os eleitores com nível superior completo. Nestas eleições, são 140.911 que concluíram a faculdade, ante 85.944 nas eleições de 2016, o que representa um crescimento de 63,95%. O número daqueles que estão entre os que têm superior incompleto também aumentou 9,94%: saiu de 48.139 há quatro anos e agora são 52.925 pessoas.

O ensino médio completo, que representa o maior grupo dos eleitores campineiros, também melhorou. São 241.756 votantes, ante 196.861 há quatro anos. São 137.817 eleitores que não concluíram o ensino médio.

Dos 843.433 eleitores, 65.199 têm o fundamental completo e 156.717 não terminaram essa fase dos estudos.

Aqueles que responderam que leem ou escrevem são 31.884. A cidade tem 16.224 eleitores analfabetos.

A maior parte do eleitorado é formada por mulheres (54,4%) e os homens respondem por 46,5%. Do total de eleitores, 9.895 deles têm algum tipo de deficiência.

A maior faixa etária está entre os que têm 35 a 44 anos – são 175.533 eleitores. A cidade tem ainda 537 eleitores com mais de 100 anos.

Os eleitores solteiros respondem por 53,7% dos 843.433 votantes. Os casados são 37,8% e os divorciados são 4,47%. O percentual de viúvos é de 2,47% e separados judicialmente responde por 1,47%

Nome social

Pela primeira vez, a cidade registra 104 eleitores com o uso do nome social. O direito é permitido pela Justiça Eleitoral desde 2018, mas nas eleições de 2016 não havia nenhum eleitor que requereu o benefício. No Brasil, são 9.985 pessoas que utilizarão esse direito no título de eleitor.

Brasil

O Brasil tem 144.088.912 pessoas estavam aptas a exercer o direito de escolher seus representantes políticos. As eleições estão marcadas para os dias 15 e 29 de novembro, primeiro e segundo turnos, respectivamente.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade