menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas

Blog da Rose

Em cinco meses, gastos com pandemia aumentam R$ 69,2 milhões em Campinas

Gastos chegaram a R$ 378 milhões, ante R$ 308,8 milhões no ano passado

Blog da Rose

09h00 - 20/06/2020

Atualizado há 20 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Os gastos com a pandemia do coronavírus impactaram os cofres públicos em R$ 69,2 milhões a mais nos primeiros cinco meses deste ano, quando comparados com o mesmo período do ano passado. Neste ano, foram gastos R$ 378 milhões em cinco áreas, ante R$ 308,80 milhões em 2019. As pastas de Saúde e Assistência Social foram as que tiveram o maior aumento de gastos com a pandemia.

“Não é somente a queda da arrecadação por causa da baixa atividade econômica; é também o aumento de despesas”, disse o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB).  

Segundo ele, o aumento das despesas na Rede Mário Gatti foi mais de 77%. De janeiro a maio de 2019, foram gastos quase R$ 50 milhões, enquanto no mesmo período de 2020, os gastos foram de R$ 88,7 milhões.  

Na Assistência Social, o aumento foi de mais de R$ 54 milhões, nos primeiros cinco meses de 2019, para R$ 60,6 milhões – este ano.

 Em Infraestrutura, os dados mostram que os investimentos aumentaram 76,9%. De R$ 4,4 milhões, de janeiro a maio de 2019, para R$ 7,9 milhões no mesmo período em 2020. “Mostra que a cidade não parou com a covid-19. Continuamos com as obras que estavam sendo programadas”, ressaltou o prefeito. 

 Ainda de janeiro a maio, na área de Transportes, foram R$ 71 milhões em 2019 aumentando para mais de R$ 85 milhões este ano.

Em Serviços Públicos, ainda no mesmo período de 2019, os gastos passaram de R$ 123 milhões para R$ 129 milhões em 2020.

As despesas com a Setec: de R$ 6,4 milhões para R$ 6,8 milhões (sempre no mesmo período de 2019 e 2020) por conta dos cuidados especiais com os enterros de pacientes com coronavírus. Neste caso, o número de enterros foi menor: 2.875 pessoas de janeiro a 17 de junho de 2019 e 2.751 no mesmo período deste ano. “O custo com os cuidados para a vítima de covid-19 é maior e não estamos repassando para os familiares”, disse o prefeito.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade