menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe

Divulgação/PMC

Blog da Rose

Emdec publica regras para estacionamentos de bicicletários

Espaços poderão ser em prédios públicos e privados

Blog da Rose

11h27 - 07/11/2019

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Emdec, empresa que gerencia o trânsito de Campinas, publicou as regras para implantação de paraciclos, bicicletários, estações e vagas no município. De acordo com a empresa, o manual está alinhado à legislação municipal que regulamenta os serviços de compartilhamento de bicicletas e patinetes elétricos em Campinas.

Para a implantação de estacionamentos para bicicletas e patinetes, o interessado deve formalizar o pedido na Emdec. Podem solicitar associações de bairro, pessoas jurídicas, de direito público ou privado.

De acordo com a Emdec, é necessário apresentar projeto alinhado às normas técnicas de acessibilidade, de acordo com as diretrizes contidas no manual. O projeto deve conter a quantidade de veículos a serem oferecidos, bem como os locais em que pretende atuar e os serviços agregados. Há regras preveem a preservação de circulação e garantia do espaço necessário às manobras. Também há orientação sobre as distâncias mínimas dos dispositivos em relação às faixas de pedestres e guias rebaixadas.

Em caso de aprovação, o solicitante recebe autorização para uso do espaço público e liberação do início das obras. Tanto o manual quanto os documentos necessários são encontrados no endereço eletrônico http://www.emdec.com.br

Os estacionamentos poderão ser instalados em prédios públicos, praças, parques, terminais e estações do transporte público, prédios comerciais, empresas, condomínios residenciais e grandes polos de atratividade.

“Ao orientar a instalação dos paraciclos, bicicletários e vagas dedicadas, a Emdec estimula que esses dispositivos se espalhem pela cidade e incentiva que mais pessoas adotem os meios de transporte não poluentes”, disse Carlos José Barreiro, presidente da Emdec.

Regulamentação

A Emdec passou a regulamentar o compartilhamento de veículos como bicicletas deste setembro. A autorização do poder público vale por um ano, devendo ser renovado com antecedência mínima de 30 dias do término da vigência.

publicidade
publicidade
publicidade