menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Empresas-filhas da Unicamp faturam R$ 7,9 bilhões

Aumento foi de 64% em um ano

Rose Guglielminetti, Band Mais

18h04 - 24/10/2019

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

As empresas fundadas pro ex-alunos da Unicamp, chamadas de empresas-filhas, registraram um aumento de 64,6% em relação ao ano anterior, evoluindo de R$ 4,8 bilhões para R$ 7,9 bilhões, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (24/10) pela Inova-Campinas.  

O principal fator que influenciou o salto de faturamento foi o cadastro de 114 novas empresas-filhas no ano de 2019, totalizando 815. Dessas, duas empresas recém-cadastradas são de grande porte e faturam anualmente um bilhão de reais cada. 

Esse grupo é responsável por 31.343 empregos diretos, principalmente no estado de São Paulo, onde há a concentração de 86,4% empresas-filhas.

“Rastreamos que 53,6% das empresas-filhas se localizam na cidade de Campinas e outras 8.8% no restante da Região Metropolitana de Campinas. Isso é muito significativo para nós, que mantemos diversos programas, disciplinas e ações para solidificar o ecossistema de inovação e empreendedorismo ao redor da Unicamp, focando, principalmente, na formação extra-curricular de nossos alunos”, diz o professor Newton Frateschi, diretor-executivo da Inova.

Depois da região Sudeste (95,4%), a segunda região brasileira com mais empresas-filhas da Unicamp é a Sul (2%), depois Centro-Oeste (1,6%), Nordeste (0,8%) e uma pequena fatia no Norte (0,2%). 19% delas apontaram atuação internacional, como exportação e escritórios no exterior.

Porte, áreas de atuação e origem
Das 815 empresas-filhas da Unicamp, 43 foram vendidas e 717 atualmente estão ativas no mercado. Sua maioria (434 delas, que representam 60,5%) são de micro porte, 27,8% são consideradas pequenas empresas (199), enquanto 10,3% já tem faturamento equivalente a uma média empresa (74) e 1,4% a de uma grande (10).

O campo de atuação que elas mais se destacam com 32% é o da tecnologia da informação (230), seguido por consultoria (96), engenharia (59), saúde humana e bem-estar (53), serviços (47), educação (44), alimentos e bebidas (44), energia (35), biotecnologia (25), artes, design e multimídia (22), marketing (22), agricultura e saúde animal (13), telecomunicações (12), tecnologias verdes (9) e química (6).

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade