menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Entrega das obras do BRT está garantida para o 1º semestre, mas operação depende do fim da licitação

Informação foi passada pelo secretário de Transportes de Campinas, Carlos José Barreiro, ao jornal 90 Minutos da Rádio Bandeirantes

Zezé de Lima, Band Mais

15h49 - 23/01/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

As obras do BRT (Bus Rapid Transit) – sistema rápido de transporte sobre rodas – estarão concluídas nesse primeiro semestre, garantiu nessa quinta-feira, 23, o secretário de Transportes de Campinas, Carlos José Barreiro, ao jornal 90 Minutos da Rádio Bandeirantes. No entanto, a colocação em uso do novo sistema dependerá da licitação para a escolha das empresas que operarão o transporte coletivo da cidade em um contrato de R$ 7,4 bilhões, que prevê R$ 780 milhões em investimentos. O processo de escolha está suspenso e Barreiro disse não ter como garantir que em agosto, por exemplo, os usuários já terão mais uma opção de viagem municipal.

O certame vem enfrentando problemas desde o lançamento do edital, em agosto. Primeiro, em outubro, no dia da abertura dos envelopes, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) mandou parar tudo, devido à reclamação de uma empresa que alegava falta de estudos e projetos que demonstrassem a viabilidade financeira da concessão e uso de dados desatualizados, entre outros pontos.

Cerca de um mês depois, veio a suspensão por via judicial. Em 4 de novembro passado, o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Wagner Gidaro, atendeu às contestações do Ministério Público Estadual (MPE), que alegou falta de efetiva participação popular na elaboração do edital e riscos de possível direcionamento da licitação. O documento foi assinado por quatro promotores.

Entre outras providências, Gidaro determinou que o município e a Emdec – empresa responsável por fiscalizar o trânsito em Campinas – providenciasse, no prazo de seis meses, consultas populares e audiências públicas para que todos os itens do edital sejam conhecidos pela população.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade