menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Ex-médico Roger Abdelmassih vai para a prisão domciliar

Ele estava no presídio de Tremembé desde agosto de 2020

Manuel Correia, Band Mais

20h55 - 05/05/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Na noite desta quarta-feira (05), a Justiça decidiu conceder prisão domiciliar ao ex-médico Roger Abdelmassih. Ele foi condenado a 173 anos de prisão acusado de estuprar pacientes e havia voltado ao presídio de Tremembé em agosto de 2020.

A decisão de hoje foi da juíza Sueli Zeraik, da Vara de Execuções Criminais (VEC), de Tremembé e aponta que o estado delicado de saúde do ex-médico necessita de cuidados constantes e que não seria possível realizá-los na unidade prisional.

“Está evidenciado nos autos que o sentenciado em questão conta com setenta e seis anos de idade, apresenta quadro clinico bastante debilitado, experimenta atualmente considerável piora em seu estado de saúde, necessita de cuidados ininterruptos, medicação constante e em horários diversificados, exames frequentes e específicos, assim como alimentação especial e vigilância contínua, tanto da área médica como de enfermagem”, diz trecho da decisão da juíza.

Abdelmassih voltou ao presídio de Tremembé há nove meses, depois de ficar por quantro meses em prisão domiciliar. Ao conceder novamente o benefício, a juíza determinou que ele permaneça no seu endereço e deve avisar quando sair para atendimento médico. Ele também usará tornozeleira eletrônica e passará por perícia médica a cada seis meses.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias