menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Ex-prefeito de Paulínia Edson Moura não será beneficiado por decisão do TSE que libera ficha-suja

Político está inelegível por ter sido condenado em vários processos

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

16h02 - 03/09/2020

Atualizado há 16 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Há dois dias, as redes sociais e as conversas políticas giram em torno do retorno do ex-prefeito de Paulínia, Edson Moura (MDB), à arena eleitoral, como candidato a prefeito nas eleições do dia 15 de novembro. Isso porque na última terça-feira (1º/09) os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) liberaram candidatos fichas-sujas para o pleito eleitoal deste ano.

Apesar do “fervô”, o político continua inelegível por vários processos. Pela decisão do TSE, os candidatos condenados por ilícitos em 2012, e cuja punição termina em outubro, tiveram sinal verde para disputar as eleições. Porém, em um dos processos, por exemplo, Edson Moura foi condenado, em 2014, pela contratação de serviço jurídico para fins particulares pago pelo poder público. O valor era de R$ 80 mil. Houve um ato doloso e ele foi condenado em trânsito e julgado, portanto, segundos os advogados ouvidos pelo blog, ele está inelegível e fora do jogo político.

Outro lado

A



Outro lado

A assessoria do ex-prefeito informou que a candidata do MDB à Prefeitura de Paulínia será mulher dele, Nani Moura (MDB). Ela já disputou o pleito nas eleições suplementares de 2019.



0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade