menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Esporte

Ex-presidente do Flamengo é denunciado por incêndio no Ninho do Urubu

Decisão do Ministério Público do Rio foi divulgada nesta segunda-feira (29)

Manuel Correia, Esportes

14h57 - 29/06/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Nesta segunda-feira (29), o ex-presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello e membros da antiga e atual gestão do clube, além de funcionários da empresa de contêiner, foram denunciados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro pelo incêndio no CT Ninho do Urubu, em fevereiro de 2019.

As investigações da Polícia Civil apontam para que o ex-presidente e os outros envolvidos na denúncia sejam responsabilizados pela tragédia, que vitimou 10 jovens e deixou outros três feridos do time de base do Flamengo.

No entanto, a denúncia que será entregue pelo MP ao Tribunal de Justiça do Rio não pode afirmar que as mortes foram resultado de dolo eventual, quando se assume o risco de um evento, mesmo sem intenção.

Apesar da falta do dolo eventual, o MP-RJ destacou que “não restam dúvidas, diante das provas produzidas em sede policial, que uma série de condutas imprudentes e negligentes, por ação e omissão, em tese praticadas pelos indiciados, de fato concorreram de forma eficaz para a ocorrência do incêndio, bem como das mortes e ferimentos dele decorrentes”.

O ex-presidente e demais indiciados irão responder por incêndio culposo, com resultado de dez homicídios culposo, quando não há intenção de matar, e três crimes de lesão corporal, também culposa.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade