menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Executiva estadual do PSL sofre nova derrota e Justiça mantém antiga diretoria no comando do partido

TJ e juiz eleitoral negaram recurso e André Ribeiro segue no comando da legenda em Campinas

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

15h13 - 10/09/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Executiva Estadual do PSL sofreu duas novas derrotas na Justiça e não conseguiu reverter a decisão de primeira instância que determinou a suspensão da intervenção na Executiva local e a validade da convenção que homologou o apoio do PSL de Campinas à candidatura a prefeito de Dário Saadi (Republicanos).

Há uma queda de braço entre as executivas local e estudual em relação às candidatuas majoritárias. Enquanto o presidente do PSL de Campinas, André Ribeiro, quer apoiar Saadi, o presidente estadual do partido, deputado Júnior Bozzela, quer aliança com o candidato a prefeito, Rafa Zimbaldi (PL). Bozzela destitiu a antiga diretoria e empossou uma nova executiva no último sábado – o que foi suspendido pela Justiça.

Nesta quinta-feira (10/09), após o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), ter mantido ontem a liminar, o juiz eleitoral Fabio Varlese Hillal, reafirmou a sua decisão, apos um pedido de reconsideração do PSL estadual. “Para começar, a comissão dissolvida, da qual o autor era presidente, não era provisória e sim definitiva, não se aplicando a jurisprudência que o requerido epigrafou. Ademais, controverso que à comissão dissolvida tenha sido oportunizada defesa. A Comissão enviou ao Diretório Estadual a sua decisão sobre a formação de coligação na eleição majoritária, com motivação, acrescida da informação da data da convenção, e sobre esse fato a decisão de dissolução nada mencionou, o que dá a entender que essa dissolução se fez de forma arbitrária e sem respeito ao devido processo legal e ao direito de ampla defesa consagrados na Constituição Federal”, escreveu o magistrado.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade