menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Morre aos 78 anos o jornalista José Paulo de Andrade

José Paulo de Andrade virou um ícone da rádio paulistana desde a década de 1970 com a apresentação do programa "O Pulo do Gato".

Band FM

08h44 - 17/07/2020

Atualizado há 6 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A covid-19 calou na madrugada desta sexta-feira (17/07) uma das mais marcantes vozes do rádio brasileiro, José Paulo de Andrade, jornalista e apresentador na Rádio Bandeirantes, morreu na madrugada desta sexta-feira (17), aos 78 anos, em São Paulo. Ele estava internado no hospital Albert Einstein desde o dia 7 de julho, diagnosticado com covid-19, e não resistiu às complicações causadas pela doença.

José Paulo de Andrade também fez aparições em debates políticos na televisão e foi âncora de telejornais como Titulares da Notícia, Jornal de São Paulo, Rede Cidade, Band Cidade e Entrevista Coletiva. Ainda na Band, interpretou Don Diego/Zorro em As Aventuras do Zorro, em 1969.

O radialista foi sucessor de Vicente Leporace, morto em abril de 1978, no programa O Trabuco, que naquele mesmo ano foi substituído pelo Jornal Gente, permanecendo 35 anos no ar com ele, Salomão Ésper e Joelmir Beting.

Em 1973, José Paulo de Andrade estreou no comando de O Pulo do Gato, considerado o mais importante trabalho de sua carreira e um dos programas de maior audiência do rádio brasileiro. A atração era apresentada ininterruptamente por ele desde então.

Em 2009, o jornalista foi eleito pela revista Veja SP como uma das pessoas que são a cara da cidade. Mas ele era mais do que isso: com uma voz firme, amplo conhecimento político-econômico, são-paulino fanático e um dos maiores formadores de opinião do Brasil, José Paulo tinha um coração gigante e um caráter ímpar.

Com 57 anos de Rádio Bandeirantes, José Paulo de Andrade deixará um legado indiscutível, um vazio enorme e muitas saudades.

Assista a homenagem a José Paulo de Andrade e sintonize na Rádio Bandeirantes para acompanhar a cobertura especial sobre a história de um dos maiores jornalistas da história do Brasil, que nos deixou hoje (17/07/2020).

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade