menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Falta de carne bovina faz preço disparar no comércio de Campinas

Valor subiu em média 34%. Frigoríficos têm priorizado exportação para China

Tiago Prudente, Band Mais

17h36 - 20/11/2019

Atualizado há 4 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O preço da carne bovina disparou nos açougues e os restaurantes e bares já encontram dificuldades para comprar o produto de frigoríficos. O valor chegou a aumentar em 34% devido à exportação do produto para a China. Com isso, o mercado interno está desabastecido.

Em um açougue em Campinas, o filé mignon, que até o começo da semana, custava R$ 39,90 o quilo, agora está R$ 49,90. O contra-filé saltou de R$ 29,90 para R$ 39,90 – um acréscimo de 30%.

O cenário tem provocado um efeito cascata. Restaurantes estão com dificuldades para comprar carne. E quando conseguem precisam pagar um alto preço, o que deve fazer o preço dos pratos com carne bovina subir nos próximos dias.

O motivo

O principal fator para esse cenário é o crescimento da demanda de exportação.

A peste suína que atingiu a produção de porcos na China fez aumentar a demanda de carne bovina no país asiático, o que resultou no crescimento da procura pelos produtos brasileiros.

“Como o mercado internacional, em especial a China, está disposto a pagar preços mais altos, a tendência é os frigoríficos optarem por abastecer o mercado chinês e desabastecerem o mercado interno. Consequência disso, a efetivação do prenúncio de um aumento de preços para o consumidor brasileiro”, afirmou o economista da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Leonardo Xavier, em entrevista à TV Band.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade