menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Falta de dados sobre desemprego deixa Ciesp-Campinas no escuro em relação ao mercado de trabalho

Relatórios com base em dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) não são divulgados desde março pelo Ministério do Trabalho

Zezé de Lima, Blog da Rose

17h14 - 29/04/2020

Atualizado há 29 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O presidente do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) Campinas, José Nunes Filho, disse hoje (29/04) no jornal 90 Minutos, da Rádio Bandeirantes de Campinas, que não há como estimar o número de vagas fechadas no País por causa da pandemia de coronavírus. De acordo com o industrial, o Ministério do Trabalho, que realizava relatórios com base em dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), não divulga informações sobre o mercado de trabalho no País desde março, deixando no escuro toda a sociedade.

Nunes acredita que o número de demissões já é alto, porque todos os recursos disponibilizado aos setor produtivo pelo governo federal para ajudar a aplacar os efeitos negativos da quarentena na economia já foram utilizados. Contratos já foram mexidos para redução de jornada e trabalho e bancos de horas e férias já foram zerados. Sem receita, muitos agora partem para demissões. A vaga fechada, de acordo com ele, não será reaberta quando a atividade econômica for retomada.

Entre os setores mais afetados, Nunes lista eletroeletrônicos e eletrônicos, cujas empresas não encontram porta de saída para os produtos, uma vez que o comércio foi paralisado na tentativa de se conter a proliferação do coronavírus. Os impactos, na visão do empresário, serão sentidos por anos, principalmente no emprego.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade