menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Ivan Storti/Santos FC

Esporte

Fifa proíbe Santos de registrar jogadores por dívida em contratação

Clube não quitou pendência com time chileno na compra de Soteldo

Fonte: Agência Brasil, Band Mais

13h40 - 17/09/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O Santos está proibido de registrar jogadores nas próximas três janelas de transferências, até o fim do ano que vem. O clube foi punido pela Fifa em razão de uma dívida com o Huachipato, do Chile, pela contratação do atacante Yeferson Soteldo no ano passado.

Na ocasião, o clube adquiriu 50% dos direitos econômicos do venezuelano. Segundo o balanço financeiro de 2019, divulgado pelo Peixe, a pendência, no fim do ano, era de cerca de R$ 13 milhões. De lá para cá, o montante foi corrigido em decorrência de juros, multa e da alta do dólar.

É a segunda punição do gênero que o Santos recebe em 2020. Em junho, a Fifa já tinha proibido o Alvinegro de contratar atletas devido a uma dívida com o Hamburgo, da Alemanha, referente a 2017, quando o clube trouxe o zagueiro Cléber Reis.

O balanço financeiro indica que, em 2019, o Peixe já devia mais de R$ 18 milhões aos alemães, R$ 3 milhões a mais que no ano anterior. Com juros e multa, o montante atual está na casa dos R$ 20 milhões.

O Santos se manifestou em nota oficial. O clube explica que as punições serão retiradas após o pagamento aos respectivos clubes. Sobre o caso Soteldo, o Alvinegro afirma que estava em “tratativas avançadas” com o Huachipato, que foi surpreendido com a execução no tribunal da Fifa e que trabalha para resolver a pendência.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade