menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

GM entra com pedido de cassação de Du Cazzelato, prefeito de Paulínia

Denunciante diz que prefeito prorrogou contrato de R$ 708 mil com escola que estava sem alunos devido à pandemia

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

17h49 - 13/10/2020

Atualizado há 3 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Um GM (Guarda Municipal) de Paulínia entrou com pedido de instalação de CP (Comissão Processante) na Câmara de Vereadores que poderá levar à cassação do prefeito Du Cazzelato (PL). Segundo o GM Rodrigo Antonio Macelari, o chefe do Executivo municipal prorrogou um contrato, de R$ 708 mil, com uma escola terceirizada de Educação Infantil mesmo com a unidade fechada e sem atendimento às crianças durante o período de pandemia do coronavírus.

De acordo com o GM, candidato a vereador pelo PT, as sócias proprietárias da creche teriam ligações com o alto escalão do governo de Cazellato. Uma das sócias é mãe de assessora do prefeito e o outro é parente de um funcionário de carreira, mas que ocupa um cargo de gestão no governo municipal.

A instalação da CP seria votada nesta terça-feira, porém, faltava o número do título de eleitor do denunciante. Foi pedido para ele trazer a documentação e a denúncia voltará à pauta na sessão do dia 27 de outubro.

Outro lado

A assessoria do prefeito ainda não se manifestou sobre a denúncia. Assim que o fizer, a matéria será atualizada.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias