menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

GM entra com pedido de cassação de Du Cazzelato, prefeito de Paulínia

Denunciante diz que prefeito prorrogou contrato de R$ 708 mil com escola que estava sem alunos devido à pandemia

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

17h49 - 13/10/2020

Atualizado há 12 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Um GM (Guarda Municipal) de Paulínia entrou com pedido de instalação de CP (Comissão Processante) na Câmara de Vereadores que poderá levar à cassação do prefeito Du Cazzelato (PL). Segundo o GM Rodrigo Antonio Macelari, o chefe do Executivo municipal prorrogou um contrato, de R$ 708 mil, com uma escola terceirizada de Educação Infantil mesmo com a unidade fechada e sem atendimento às crianças durante o período de pandemia do coronavírus.

De acordo com o GM, candidato a vereador pelo PT, as sócias proprietárias da creche teriam ligações com o alto escalão do governo de Cazellato. Uma das sócias é mãe de assessora do prefeito e o outro é parente de um funcionário de carreira, mas que ocupa um cargo de gestão no governo municipal.

A instalação da CP seria votada nesta terça-feira, porém, faltava o número do título de eleitor do denunciante. Foi pedido para ele trazer a documentação e a denúncia voltará à pauta na sessão do dia 27 de outubro.

Outro lado

A assessoria do prefeito ainda não se manifestou sobre a denúncia. Assim que o fizer, a matéria será atualizada.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade