menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe

Divulgação/Governo de São Paulo

Notícias

Governador recomenda fechamento de salas de cinemas e teatros por um mês

João Doria também vai fechar centros de idosos e determinou que funcionários com mais de 60 anos fiquem em casa

Rose Guglielminetti, Band Mais

00h26 - 16/03/2020

Atualizado há 20 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), anunciou várias medidas para conter a disseminação do coronavírus como, por exemplo, a recomendação a empresas privadas de cinemas, teatros e casas de shows que encerrem suas atividades por um mês. Brasil tem 200 casos confirmados da Covid-19.

O tucano ressaltou que o governo vai fechar museus, teatros, bibliotecas e centros culturais sob responsabilidade do estado por um mès, a operados pelo estado por pelo menos 30 dias, a partir da próxima terça-feira (17). Entre os locais estão Sala São Paulo, Teatro Procópio Ferreira, Estação Pinacoteca, Museu do Futebol, Paço das Artes, Casa das Rosas e MIS (Museu da Imagem e do Som).

Outra medida é a ordem para que funcionários públicos do Estado com mais de 60 anos trabalhem em casa. Estão fora desta exigência os trabalhadores das áreas de saúde e segurança.

Também deixarão de funcionar os 153 Centros de Convivência do Idoso em todo o Estado por 60 dias.

Na última sexta, o governador recomendou que eventos com mais de 500 pessoas fossem canceladas. A partir desta semana, as aulas serão supensas de forma escalonada.

Doria e David Uip falam sobre as novas medidas

Casos

Conforme a segunda atualização dos dados realizada hoje (15), até o momento, há 200 casos em todo o país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, 1.917 pessoas em 26 estados e no Distrito Federal são monitoradas por suspeitas de estarem infectadas. Nenhuma morte foi registrada no Brasil desde o início da transmissão da doença.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade