menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Governo de SP vai fazer reforma administrativa que pode extinguir 12 estatais

Reforma também terá mudança tributária com a redução de benefícios

Rose Guglielminetti, Band Mais

15h07 - 17/08/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), disse nesta segunda-feira (17/08) que o estado vai fazer uma reforma administrativa que pode resultar extinguir até 12 estatais e fundações. O democra, porém, não especificou quais são as empresas públicas que poderão fechar as portas.

A reforma, segundo o vice-governador, é uma demanda do governador João Doria (PSDB) para a retomada econômica no pós-pandemia.

“A reforma administra é necessária para o estado, porque a pandemia trouxe uma queda de atividade econômica, que gera uma queda de receita para o estado e uma dificuldade de cumprir as suas obrigações mínimas. Não podemos deixar para depois”, disse ele.

Segundo Garcia, a reforma tem três pilares principais: 1) o enxugamento da máquina pública. 2) a melhora na gestão financeira do estado. 3) reforma na administração tributária.

“ Identificamos 12 estruturas que, do nosso ponto de vista, não comprometerão a execução da política pública deixando de existir, além de economizar recursos públicos”, ressaltou.

Já na Reforma tributária , haverá redução de benefícios fiscais.

“São Paulo vai procurar diminuir benefícios fiscais. Quer ter uma melhor administração tributária para manter o estado funcionando com bons serviços. A reforma não é um fim em si mesmo, é um meio para que o governo posse executar o seu plano de metas e consiga atender a população de forma que economize recursos públicos.”

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade