menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Isolamento Social em São Paulo está em 49% e estado começa a monitorar celulares para conter aglomerações

Governador de São Paulo, João Doria, diz que o ideal é chegar a 70% para brecar a disseminação do coronavírus

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

12h54 - 09/04/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O índice de isolamento social registrado ontem (08/04) no Estado de São Paulo foi de 49%, índice considerado baixo para evitar a disseminação do coronavírus entre a população. Essa é a menor taxa desde que o governo iniciou a quarentena no dia 23 de março. Segundo o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o ideal é atingir o distanciamento de 70% para limitar os efeitos da pandemia e ter menos pessoas infectadas.

Diante dessa realidade, o governador anunciou hoje o uso da tecnologia para identificar aglomeração e concentração de pessoas. Para isso, as empresas telefônicas OI, Vivo, Tim e Claro irão fornecer um sistema que fornece a localização dos usuários, monitorando o isolamento em todo o estado durante o período de quarentena.

“A partir disso vamos pensar nas orientações e outras decisões para evitarmos as aglomerações”, disse o governador.

De posse dos dados, o governo vai fazer um cruzamento dos índices entre a concentração de pessoas e incidência da covid-19.

O relaxamento, segundo o governador, é devido às redes sociais. “Muita gente estimulando. Não saia de casa porque você está colocando em risco porque quando você sai coloca em risco a sua vida, da sua família e de outras pessoas. O isolamento é a melhor forma de salvar vidas”, disse o tucano.

Prefeitos

Os prefeitos também irão receber a mesma tecnologia para controlar o comportamento das pessoas em cada cidade. Não há identificação das pessoas ao poder público.

Máscaras

Serão produzidas dois milhões de máscaras que serão distribuídas nas comunidades como a do Paraisópolis, em São Paulo. Serão investidos R$ 2,5 milhões. A verba foi doada pelos bancos Itaú, Bradesco e Santander.

Cerca de 750 costureiras irão fazer os produtos. Cada costureira vai receber R$ 2,00 por unidade. A produção já começou na última segunda-feira, na comunidade de Heliópolis.

Casos

Em São Paulo 6.708 casos confirmados e 428 óbitos. “Enquanto estivermos em isolamento social com menos de 50% não vamos conseguir reduzir a curva de crescimento do coronavírus”, disse o secretário de saúde, José Henrique German.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade