menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Jonas consegue mais leitos de UTI de Doria, mas empaca na liberação de restaurantes

Ampliação de leitos é uma exigência para a reabertura do comércio e igrejas na próxima semana

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

14h49 - 01/06/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Dois dias depois de suspender a reabertura do comércio e igrejas, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), conseguiu a promessa de que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), vai ampliar o número de leitos de UTI nas unidades hospitalares do Estado, mas não conseguiu aval para reabrir restaurantes quando da volta à normalidade das atividades em Campinas.

Segundo o prefeito, que se reuniu nesta segunda-feira (01/06) com o secretário estadual de Desenvolvimento, Marcos Vinholi, haverá ampliação dos leitos no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e no HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp. Ele não informou a quantidade, mas no sábado falava-se em 28 novos leitos de UTI, sendo 10 para o AME e 18 na universidade.

O prefeito conseguiu ainda ampliar em duas horas o funcionamento do comércio. No decreto estadual, a autorização é para 4 horas. Em Campinas, o período será de 6 horas.

Porém, a abertura de restaurantes na hora do almoço não deverá ser autorizada. Jonas quer incluir essa modalidade quando reabrir o comércio, mas o decreto do Estado proíbe. O pedido foi feito, mas o próprio prefeito disse que “está difícil”.

A decisão sobre a reabertura em Campinas deverá ser anunciada na sexta-feira (05/06), mas irá depender da disponibilidade de leitos de UTI no sistema de Saúde para atendimento aos pacientes de covid.

Casos

Campinas tem hoje 75 mortes e 1.614 casos confirmados da doença.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade