menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Jonas diz que Bolsonaro mente ao acusar prefeitos de não terem ouvido orientação sobre isolamento social

Presidente disse que governo federal não orientou prefeitos sobre isolamento social

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

11h30 - 20/04/2020

Atualizado há 5 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O prefeito de Campinas e presidente da FNP (Frente Nacional dos Prefeitos) disse nesta segunda-feira (20/04) que o presidente Jair Bolsonaro falta com a verdade quando diz que os prefeitos não consultaram o governo federal e que a União não os orientou sobre a adoção de medidas restritivas durante a pandemia do coronavírus.

De posse de um documento do Conselho Nacional de Saúde, Jonas rebateu a falta do presidente. Jonas, num vídeo gravado ao lado do presidente da Rede Mário Gatti, leu um trecho do documento que diz que “Prefeitos dos municípios brasileiros reforcem ou implementem as medidas que possibilitem o afastamento social e que não permitam aglomeração de pessoas como forma de diminuir a disseminação do coranavírus e evitar e evitar o colapso do sistema de saúde”.

“Com todo respeito que tenho pelo senhor, mas não é verdade. Esse um documento do governo federal, com brasão da República, que pede para reforçarmos as medidas que temos tomado. “Nenhum prefeito está fazendo da própria cabeça”, disse ele.

Comércio

Jonas disse que só vai tomar uma decisão sobre a reabertura do comércio após um parecer dos técnicos do Comitê Municipal da covid-19. “Não vou atender nenhum tipo de pedido sem antes passar pelo comitê. Meu desejo é voltar à normalidade, mas só vou fazer isso embasado pela saúde”, disse ele, referindo-se ao pedido da presidente da ACIC (Associação Comercial e Industrial de Campinas), Adriana Flosi, que pediu a reabertura gradual do comércio na cidade, que está fechado desde o dia 23 de março.

Sobre as óticas, ele disse que a reabertura a partir de quarta-feira (22/04) é necessária porque os médicos e outras pessoas precisam dos óculos. O funcionamento será com 30% da capacidade e foi aprovado por esse comitê.

Casos

Campinas confirmou nesta segunda-feira (20/04) a oitava morte por covid-19. A cidade tem 177 casos confirmados e investiga outros 986 casos suspeitos.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade