menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Esporte

Justiça americana acusa Ricardo Teixeira de receber suborno por Catar 22

Eles entendem que o ex-presidente da CBF recebeu dinheiro para votar a favor da sede

Esportes

10h41 - 09/04/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, foi acusado pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ, em inglês) de ter recebido suborno para votar no Catar em concorrência pela sede da Copa do Mundo de 2022.

Essa acusação está em um novo indiciamento na maior investigação de corrupção no futebol do mundo: o Caso Fifa. A Justiça não divulgou o valor da propina recebida por Teixeira.

A acusação, pela primeira vez, é feita à dirigentes nominalmente. A denúncia, que teve seu documento tornado público na última segunda-feira (06), traz subornos recebidos nas votações das sedes da Rússia, em 2018, e na do Catar, 2022, mas não cita a origem dessas propinas.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade