menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Justiça Federal de São Paulo suspende divulgação dos resultados do Sisu por causa de erro no Enem

Também foi exigido que o governo comprove que o erro na correção das provas do exame nacional 2019 foi totalmente solucionado

Band Mais

06h42 - 25/01/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Em uma ação movida pela Defensoria Pública da União (DPU), a Justiça Federal de São Paulo concedeu nessa sexta-feira (24) liminar em que suspende o processo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) assim que as inscrições forem encerradas, barrando a divulgação dos resultados na próxima na terça-feira (28). A mesma liminar exigiu que o governo comprove que o erro na correção das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 foi totalmente solucionado.

Na ação, a Defensoria Pública alega que o processo de revisão dos erros de correção não foi claro o suficiente e que o erro na correção das quase 6 mil que apresentaram problemas, segundo o Ministério da Educação (MEC), pode ter influenciado na nota dos demais participantes, já que a metodologia considera a proporção de acertos e erros de todos os candidatos. Para a Defensoria, a solução do problema seria a revisão da nota de todos os inscritos no Enem.

Estudantes vêm relatando em redes sociais erros no Sisu, como inscrições duplicadas nas primeira e segunda opções e o aumento correspondente das notas de corte em razão do cálculo errado. Em entrevista à Rádio Nacional da Amazônia na tarde de ontem, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que não há problemas no Sisu. Segundo o ministro, “está tudo sob controle”. “Se tivesse qualquer erro já teria sido paralisado. E assim que terminar o processo a gente vai dar transparência para todo mundo. Sistema está lento porque houve volume gigantesco”, comentou o titular do MEC.

O MEC ainda não se posicionou sobre a decisão.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade