menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Justiça julga improcedente pedido de impugnação de vice de Orsi

PMN havia questionado prazo de desincompatibilização do político que é servidor público

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

20h01 - 21/10/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O juiz eleitoral da 33ª Zona Eleitoral, Fabio Varlese Hillal, julgou improcedente o pedido de impulgnação feito pelo PMN (Partido da Mobilização Nacional) contra o Capitão Pereira, candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Artur Orsi (PSD).

O PMN, representado por Ahmed Tarique, candidato a prefeito da cidade, alegou que o policial militar não cumpriu o prazo de desicompatilização do cargo de ser servidor público que é de quatro meses. Alega ainda que o afastamento é apenas formal e sustenta que Pereira continua atuando. Essa afirmação se dá devido a um vídeo que foi gravado pelo candidato na sede da 1ª Cia da PM, no Jardim Santa Odila. Pereira, rodeada de outros policiais, em que pede ajuda para localizar parentes de uma mulher que estava perdida. “Uma atribuição típica de militares na ativa”, escreveu a advogada do PMN, Solange Camargo.

Capitão Pereira é policial militar

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade