menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Divulgação/RedBull

Esporte

Max Verstappen fica com a pole position para o GP da Holanda de F1

Lewis Hamilton, da Mercedes, não conseguiu superar seu rival, e ficou com a segunda colocação ao fazer sua melhor volta em 1min08s923

BandSports

06h42 - 05/09/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O mar laranja de torcedores de Max Verstappen tomou conta das arquibancadas do circuito de Zandvoort e foi ao delírio quando o piloto da Red Bull cravou o tempo de 1min08s885 e garantiu a pole position neste sábado, 4, para o GP da Holanda, que volta ao calendário da Fórmula 1 depois de 36 anos. Com transmissão do Bandsports, esta é a primeira vez que o holandês corre em casa., e ele não decepcionou seus fãs.

Principal concorrente de Max na briga pelo título, o heptacampeão Lewis Hamilton, da Mercedes, não conseguiu superar seu rival, e ficou com a segunda colocação ao fazer sua melhor volta em 1min08s923. Companheiro de do britânico e com futuro ainda incerto, Valtteri Bottas fez o terceiro melhor tempo com 1min09s222 e abre a segunda fila do grid de largada.

Com performances sólidas ao longo da temporada, Pierre Gasly tem motivos de sobra para sorrir na Holanda. Ele colocou a sua AlphaTauri na quarta posição com o tempo de 1min09s478. Atrás do francês aparece a dupla da Ferrari, com Charles Leclerc em quinto, com 1min09s527, e Carlos Sainz, em sexto, com 1min09s537.

Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, surpreendeu e vai largar em sétimo, após registrar 1min09s590. Esteban Ocon repetiu as boas atuações e ficou em oitavo, com o tempo de 1min09s933, logo à frente de seu companheiro de Alpine, o bicampeão Fernando Alonso, que percorreu a pista em 1min09s956 para largar em nono. O australiano Daniel Ricciardo, da McLaren, fecha o top 10, com 1min10s166.

Q1 e Q2
Em uma pista estreita e que não perdoa erros, os pilotos enfrentaram muitas dificuldades na primeira parte do treino classificatório, que acabou com Sergio Pérez, da RBR, e Sebastian Vettel, da Aston Martin, sem conseguir se classificar ao Q2.

Na segunda fase do treino, uma nova surpresa. Após duas bandeiras vermelhas, causadas pelas batidas de George Russell e Nicholas Latifi, ambos da Williams, os diretores de prova decidiram não reiniciar o Q2, pois faltava pouquíssimo tempo para o seu fim. Por causa disso, Lando Norris, da McLaren, não conseguiu voltar à pista para melhorar seu tempo e acabou sendo eliminado precocemente, ficando fora do Q3 pela primeira vez na temporada e tendo de se contentar com a 13ª posição no grid de largada.

Os pilotos agora voltam à pista na manhã deste domingo, 5, às 10h, para o GP da Holanda, que terá transmissão ao vivo da Band.

0 Comentário

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias