menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Ministro Sérgio Moro pede demissão; Bolsonaro resiste em aceitar

Ele ficou insatisfeito com a decisão do presidente de trocar direção da PF

Band Mais

15h34 - 23/04/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Na tarde desta quinta-feira (23), o “super ministro” Sérgio Moro, que até então comandava o Ministério da Justiça e Segurança Pública, pediu demissão do cargo. Ele comunicou a decisão diretamente ao presidente, mas Bolsonaro não aceitou o pedido.

A decisão de Moro veio no dia que o presidente Jair Bolsonaro resolveu trocar o comando da Polícia Federal. Ele ficou muito insatisfeito com a atitude, que colocou fora da chefia da PF o seu indicado, o delegado Maurício Valeixo.

Esse fato, somado a alguns nos últimos meses, que visaram diminuir o poder de Moro frente ao Ministério, culminaram no pedido de demissão.

Não esperando essa reação do Ministro da Justiça, Bolsonaro convocou os ministros Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) para tentar fazer com que Moro recue da decisão de deixar o Governo Federal. Segundo aliados do ministro, se Valeixo sair da PF, ele sairia junto.

Os “bombeiros” de Bolsonaro tentam reverter a “bomba” do dia.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade