publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Morador de São Paulo se infecta com variante amazônica do novo coronavírus

Doente não esteve no Amazona e, apresentou apenas sintomas leves de síndrome gripal e não necessitou de internação

Agência Brasil, Band Mais

07h32 - 15/02/2021

Atualizado há 19 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A cidade de São Paulo registra um paciente infectado com a variante de Manaus do coronavírus, que tem maior transmissibilidade. Morador da capital paulista, ele não esteve no Amazonas, apresentou apenas sintomas leves de síndrome gripal e não necessitou de internação.

Segundo a prefeitura, desde o final do mês de janeiro, o Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, em Pirituba, zona oeste da capital, vem sendo destinado ao tratamento da nova variante. No local, foram reservados 10 leitos totalmente isolados.

Outros casos

O Estado de São Paulo vai pouco a pouco se vendo às voltas com as novas variantes do coronavírus. A Prefeitura de Águas de Lindóia já havia confirmado na sexta-feira passada que uma moradora de 61 anos, testou positivo para a cepa amazônica da Covid-19 após hospedar, em janeiro, um visitante de Manaus. O homem apresentou sintomas da doença dois dias após chegar ao município e, posteriormente, acabou transferido para a UTI de um hospital particular em Mogi Guaçu (SP), onde veio a óbito.

A variante também foi encontrada em Araraquara, onde a prefeitura decretou lockdown a partir de hoje. A decisão considerou o crescimento de casos de covid-19 e de mortos e a confirmação tanto da circulação da variante de Manaus como a do Reino Unido. Os infratores estarão sujeitos a multas que variam de R$ 120 a R$ 6 mil. A medida não tem precedentes no Estado de São Paulo nem no auge da pandemia, entre os meses de maio e julho de 2020.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade