menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Morre diretor do “The Voice Kids”

Flávio Goldemberg tinha 58 anos e produziu o sucesso "Armação Ilimitada"

Nativa FM

15h29 - 28/01/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Morreu, aos 58 anos, na madrugada desta terça-feira (28), o diretor do programa “The Voice Kids”, da Globo, Flávio Goldemberg.

Atualmente, ele comandava também o reality “Popstar”, que terminou sua terceira temporada em dezembro. Hoje seria dia de gravação do TVK, na fase de Batalhas, nos Estúdios Globo, mas foram adiadas.

Flávio foi vítima de um infarto, segundo nota da Globo. Um dos grandes amigos do diretor, o ator Eri Johnson confirmou logo cedo à coluna de Fábia Oliveira, de O Dia, a morte do comandante do “The Voice Kids”.

“Eu Era muito amigo dele. Flavinho era uma pessoa muito generosa. Foi uma perda muito estranha. O que eu tenho dito aos amigos é que eles aproveitem muito a vida porque a morte chega sem avisar”, contou o ator.

Eri Johnson não deu detalhes do sepultamento do amigo, o qual está sendo conduzido por Boninho, diretor geral dos realitys da Globo. “Estou esperando uma ligação do Boninho pra saber para onde eu vou”, disse ele.

O diretor teve duas passagens pela Globo, de 1981 a 1998 e depois de 2010 até hoje. Sob seu comando, a emissora teve inúmeros sucessos.

Ele foi responsável ela produção de “Armação Ilimitada”, pela produção executiva de especiais musicais na emissora como “Amigos”, de shows como “Paul [McCartney] in Rio”, “Eric Clapton”, Julio Iglesias Especial”, “Hollywood Rock”, “Rock in Rio”, “Leandro & Leonardo” entre outros.

Também no canal, na área infantil, na produção executiva, participou da “Tv Colosso” e da novelinha “Caça -Talentos”, com Angélica como atriz principal.

‘Hoje perdemos um parceiro, um amigo de vida. O Flávio fazia tudo com o coração e paixão. Amava a profissão e levava a vida sorrindo. Essa felicidade transbordava para além da tela da TV. A gente sorria e se emocionava. Ele vai fazer muita falta e deixar uma legião de amigos. Vai em paz Flávio, agora tire um tempo para surfar nas ondas do paraíso’, lamentou o diretor JB Oliveira, o Boninho.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade