menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

MP dá 24h para Jonas explicar abertura do comércio e igrejas

Shoppings e comércio de rua voltam a funcionar na próxima segunda-feira

Rose Guglielminetti, Band Mais

17h38 - 28/05/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A promotora Cristiane Hillal deu 24 horas para que o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB) apresentar os critérios técnicos que balisam a reabertura do comércio e a volta de atividades religiosas a partir da próxima segunda-feira. Diferentemente do Estado, o prefeito liberou a realização de cultos e missas, além do funcionamento de restaurantes. (Leia Mais)

No ofício enviado na tarde desta quarta-feira (28/05), ela pede o parecer dado pela Vigilância Sanitária autorizando a retomada das atividades de modo que não coloque em risco vidas humanas por causa da covid-19 e nem o sistema público de Saúde. Hoje, a ocupação dos leitos de UTI estava em 85% – índice considerado problemático.

A promotora disse ainda que essa reabertura deveria ser acompanhada de uma testagem em massa da população para detectar a contaminação pela covid-19 e síndromes gripais.

Para Cristiane Hillal, as medidas têm de estar respaldadas em estudos sanitários

Cultos e missas

A promotora deve ir à Procuradoria-Geral de Justiça contra a liberação de cultos e missas, que estão proibidos pelo decreto do governador. Ela avalia que a medida é inconstitucional por causa do veto do Estado.

Ela espera tanto a publicação do decreto estadual quanto o municipal – este último deve ser publicado até sábado – para estudá-los e avaliar se vai pedir a suspensão ou não das medidas de flexibilização da quarentena.

Casos

Campinas tem hoje 67 mortes e 1.353 casos da covid-19

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade