menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Esporte

Muricy diz que Calleri aproxima torcida do time e nega interferir na escalação do São Paulo

Coordenador técnico do Tricolor também exaltou a chegada de Gabriel Neves e citou tradição com uruguaios

Esportes

19h40 - 01/09/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A torcida do São Paulo ganhou dois presentes esta semana, com as contratações de Calleri e Gabriel Neves. E para o coordenador técnico do clube, Muricy Ramalho, a chegada dos reforços ajudam não só o time, mas também aproximam São time e tricolores, especialmente no caso do atacante argentino, que está de volta ao Morumbi.

“Eu acho que ele [Calleri] já vem com uma coisa muito importante, que é o torcedor do São Paulo, que gosta muito dele. Isso é muito importante em um time de futebol. Você traz a torcida para o seu lado”, disse Muricy em entrevista a Elia Júnior, no programa Nossa Área, da Rádio Bandeirantes, nesta quarta-feira, 1.

Desejo antigo da torcida, Calleri retorna ao São Paulo cercado de expectativas, após uma passagem curta em 2016. A esperança é que o atacante se firme no time e garanta os gols que têm faltado. No Brasileirão, o Tricolor marcou só 15 vezes em 18 jogos.

Além de Calleri, o São Paulo também fechou a contratação do volante Gabriel Neves, que chega do Nacional, do Uruguai. Sobre o reforço, Muricy lembrou que outros uruguaios já fizeram história no clube, como Pablo Forlán e Lugano.

“É tradição no São Paulo os uruguaios irem muito bem”, defendeu Muricy sobre Gabriel Neves, uma das gratas revelações do futebol uruguaio e tem apenas 24 anos.

Conselhos a Crespo

O coordenador técnico também comentou sobre o trabalho realizado ao lado de Hernán Crespo, treinador da equipe. O ídolo do Tricolor garantiu que não interfere na escalação e questões táticas do atual comandante.

”O que eu mais converso com ele é mostrar o que é o futebol brasileiro, mostrar o São Paulo, o que o torcedor do São Paulo pensa. Qual tipo de jogo que nós queremos que ele pratique. Esse tipo de coisa”, afirmou o tricampeão brasileiro pelo São Paulo como treinador.  

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias