menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

“Não é uma hipótese descartada”, diz Jonas sobre fechamento do comércio

Prefeito de Campinas diz que vai fazer uma avaliação sobre a flexibilização na sexta-feira

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

16h23 - 17/06/2020

Atualizado há 4 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), disse nesta quarta-feira (PSB) que diante da alta de mortes e casos por coronavírus pode rever a reabertura do comércio devido à pressão por leitos de UTI e de retaguarda tanto na rede privada quanto na pública. A média de ocupação nos hospitais tem sido acima de 85%.

É uma hipótese que não não está descartada. Estamos numa fase da batalha em que as pessoas têm de entender como se comportar neste novo normal, que é avaliar se deve ou não sair de casa. A responsabilidade é de cada um para que possamos proteger as vidas”

Jonas Donizette (PSB), prefeito de Campinas

Segundo ele, uma avaliação sobre o assunto será feita nesta sexta-feira. “A situação é muito difícil e não rejeito em tomar decisão neste sentido (de fechar o comércio””, disse Jonas.

Hoje foi divulgado o maior número de mortes desde o início da pandemia – 21 óbitos. Com isso, a cidade chegou a 185 mortes e 4.726 casos confirmados da doença.

Estamos muito pressionados pela demanda de pacientes e o melhor remédio é o isolamento social, sob pena de não conseguirmos (oferecer sistema de saúde para todos os pacientes) e termos de tomar medidas mais radicais (fechamento do comércio”

Cármino de Sousa, secretário de Saúde de Campinas

A prefeitura deve entregar 127 novos leitos de UTI e retaguarda até a próxima segunda-feira (22/06), incluindo 28 leitos na UPA Carlos Lourenço, que foi transformada hoje em unidade covid-19, e 30 no Hospital de Campanha. Dos 127 leitos, 102 são de retaguarda e 25 de UTI.

Valinhos

Valinhos foi a primeira cidade a fechar novamente o comércio devido à alta de casos e mortes por covid-19 e aumento da demanda de leitos.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade