menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Esporte

Nascar proíbe bandeira associada à escravidão nos Estados Unidos

Chamada de "bandeira confederada", ela costuma estar presente nas provas da categoria

Esportes

18h45 - 11/06/2020

Atualizado há 6 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Com o mundo em protestos contra o racismo, a Nascar, principal categoria de automobilismo dos Estados Unidos, anunciou que irá proibir que torcedores levem a “bandeira confederada” nas provas.

O objeto tem origem polêmica, sendo associada por muitos ao racismo e à escravidão no país. ” A presença da bandeira confederada contraria nosso compromisso de oferecer um ambiente acolhedor e inclusivo para todos os fãs, nossos competidores e nossa indústria. Portanto, a exibição da bandeira confederada será proibida em todos os eventos e propriedades da Nascar”, informou a categoria em nota.

A presença da bandeira é frequente nas provas da categoria, especialmente nas realizadas ao sul dos Estados Unidos.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias