menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Nome para comandar secretaria de Planejamento e Urbanismo de Campinas gera críticas

Critícos entendem que Pasta deveria ser comandada por um técnico da área

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

15h47 - 28/12/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A indicação do psicólogo e advogado Renato Mesquita para assumir a Secretaria de Planejamento e Urbanismo gerou criticas no setor. O mal-estar está no fato de o novo secretário, que hoje comanda a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, não ser ligado à área, considerada muito técnica.

Ele foi indicado pelo PSL – partido que apoiou Dário nas eleições. Mesquista, inclusive, assumiu, em setembro, o Desenvolvimento Econômico como parte do acordo desta parceria.

Os nomes ligados às entidades não falam abertamente, mas as conversas são de que Dário errou ao dar uma pasta tão importante para uma pessoa que não tem formação técnica. “Uma indicação política não pode ser mais importante do que uma pasta desta importância. Deveria ter dado ao partido uma outra secretária”, disse uma pessoa ligada ao setor.

O vereador Paulo Gaspar (Novo), que também é arquiteto e urbanista, também criticou a decisão. “Não é crível que do nicho politico de onde veio o escolhido, não exista um arquiteto capacitado para estar à frente da Secretaria de Planejamento e Urbanismo. Critérios políticos não podem e não devem servir de base para escolha de profissionais para ocuparem cargos de confiança e de alta relevância para a cidade. Não posso deixar de registrar minha indignação com esta nomeação, cujos critérios de escolha não foram outros senão o de “pagamento de dívida de campanha””, escreveu ele.

A Secretaria é responsável por definir e implementar programas e projetos de desenvolvimento do município, abrangendo as áreas de meio ambiente, desenvolvimento físico-territorial e urbanístico. Propor a política ambiental do município, sugerir o planejamento do uso do solo municipal, entre outras atribuições.

O novo secretário é especialista em Administração Pública pela FGV. Já atuou como consultor jurídico, psicólogo e foi presidente da Fundação João Theodoretto, além de ser membro gestor/coordenador do Movimento Educação Brasil Melhor, membro da Câmara de Comércio Brasil/Ghana e membro diretor do Instituto latino-americano de estudos psico comportamentais.

Outro lado

Dário Saadi disse que escolheu o nome porque ele vai implementar a tranformação digital na Secretaria de Urbanismo. “Entendo as opiniões contraditórias, mas não devemos fazer pré-julgamentos”, disse ele.

Equipe

Educação – José Tadeu Jorge

Planejamento e Urbanismo: Renato Mesquita (cota do PSL)

Setec: Eduardo Lima ( cota do MDB)

Habitação: Arly de Lara Romêo (cota PSL)

IMA: Eduardo Coelho (cota do MDB)

Desenvolvimento Econômico: Adriana Flosi (cota do PSD)

Segurança – Cristiano Biggi

Serviços Públicos – Ernesto Paulela

Saúde – Lair Zambon

Rede Mário Gatti – Sérgio Bizogni

Relações Institucionais – Wanderley Almeida

Sanasa – Manuelito Pereira Magalhães Júnior

Assuntos Jurídicos – Peter Panutto



0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade