menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Arquivo/ Don Barzini

Notícias

“Nosso gosto pelo rock influencia nossos filhos”

Dia Mundial do Rock é lembrado nesta segunda-feira, dia 13 de julho

20h45 - 13/07/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O título dessa matéria é uma das frases do produtor de vídeos, professor e um dos integrantes da banda sorocabana Don Barzini, Alex Batista. Nesse Dia Mundial do Rock, lembrado nesta segunda-feira (13/07), Batista comenta que rock é mais do que um estilo musical, é um estilo de vida e que a paixão passa por gerações.

No caso da banda Don Barzini, que existe há três anos, a influência está nas famílias e amigos de Danilo França, de Rui Antunes, além da de Alex Batista. “A gente ouve rock desde os primórdios, com Elvis Presley, Beatles, músicas das décadas de 60, 70 e 80. Tem muita coisa boa atual, brasileira. Falando em Brasil, os anos de 1980 e 1990 foram marcantes com Barão Vermelho, Titãs, entre outros. Hoje há muitos outros estilos que fazem sucesso também, mas o rock nunca é deixado de lado e estará nos primeiros lugares de sucesso”.

Produção nesse momento

A Don Barzini é uma banda de rock, blues e pop com uma temática bem humorada dos inimigos da família Corleone do filme “O Poderoso Chefão” do Coppola. Novos arranjos, interpretação própria de clássicos e músicas de outros estilos têm a cara dos Barzinis com guitarra, violão, baixo, bateria e instrumentos inusitados, como o washboard (tábua de lavar) e a cigar box guitar (guitarra feita de caixa de charuto).

Formada por publicitários e fotógrafos, esse grupo de amigos coloca sua paixão pela música como catalisador para a realização de um sonho que cresce a cada dia. “Todos têm relação com música desde a adolescência, ninguém vive de música, mas os integrantes já tiveram bandas e a Don Barzini começou como uma banda de cover, mas a pandemia do novo coronavírus está mudando essa questão somente dos covers.

Segundo Batista, devido à pandemia, os integrantes estão afastados de eventos e trabalhos como produção de vídeos “Ficamos no isolamento e, por mais difícil que seja, essa ‘parada’ também aflorou inspirações. Já tínhamos vontade de fazer músicas autorais, fizemos uma, duas, mas nesse momento cada integrante já escreveu dezenas, imaginando até mesmo o que vai acontecer, com um olhar positivo. Fazemos gravações caseiras e assim que pudermos vamos ao estúdio lançaremos um álbum nas plataformas digitais”, conta Batista.  

Solidariedade na pandemia

O amor ao rock, diz Batista, está muito ligado à solidariedade. “Muitos amigos que vivem da arte, atores, músicos, técnicos de som, de luz estão sem trabalho e o surgimento das lives trouxe uma reflexão: o quanto podemos ajudar esses artistas locais com uma live. Fizemos uma apresentação no canal Colmeia Arte, tivemos mais de mil visualizações e as doações digitais poderão ajudar esses artistas”, conta.

Cida Haddad/ Eko Digital

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade