menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Denny Cesare/Codigo 19

Blog da Rose

Nova convenção do PP é marcada por confusão; PM foi chamada

Partido está dividido quanto às alianças partidárias

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

12h58 - 16/09/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A nova convenção do PP (Partido Progressista) foi marcada por confusão na manhã desta quarta-feira (16/09) após os pré-candidatos a vereador serem impedidos de participar do encontro, acompanhado pela PM (Polícia Militar).

A segunda convenção foi feita hoje após a Justiça Eleitoral cancelar a primeira que ocorreu no dia 11 de setembro definiu apoio a Rafa Zimbaldi (PL) como candidato a prefeito. Além disso, também determinou a reintegração de duas ucivania Pinheiro Barbosa e Lúcia Regina Araripe Fragoso Bauch.

Segundo alguns pré-candidatos, o acesso foi negado tanto dentro do prédio que é a sede do PP quanto na reunião realizada por platforma digital. “Conseguimos chegar apenas ao estacionamento. Também não conseguimos sequer entrar na reunião virtual. Entendemos que a decisão judicial não foi cumprida e não houve publicidade dos atos praticados na convenção”, disse Lucas Trevizan, pré-candidato a vereador.

Márcio Chaib, presidente do PP, disse que poderia participar apenas os integrantes da Executiva Municipal. “Cumprimos o que a Justiça determinou que foi a inclusão das duas pessoas e a realização de uma nova convenção”, disse ele.

O pano de fundo é a disputa do grupo de Chaib que assumiu o partido neste mês e o do vereador Tenente Santini (PP). Chaib passou a conduzir a legenda para apoiar Rafa a prefeito. O grupo de Santini queria Artur Orsi (PSD), como o candidato da legenda.

Sabendo que poderia ter menos votos na convenção de hoje, Chaib surpreendeu os integrantes da Executiva ao dizer quer as pré-candidaturas dos vereadores poderiam ser canceladas, já que o estatuto do partido determina que os candidatos devem anunciar com cinco dias de antedecência a intenção de ser candidatos. Diante do cenário, os que poderiam ser contrários à aliança com Rafa, decidiram se abster da votação. Com isso, a coligação foi aprovada por 10 votos favoráveis e foi registrada uma abstenção de 10 votos. Na primeira convenção, foram 12 fotos favoráveis e quatro contrários.

Trevizan disse que eles chamaram a Polícia Militar para que os fatos fossem registrados.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade