menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Entretenimento

O Professor Aloprado ganhará reboot nos cinemas

Comédia ficou famosa em 1996, quando Eddie Murphy viveu o atrapalhado Sherman

Educadora FM

13h40 - 25/08/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

De acordo com o portal Deadline, a empresa “Project X Entertainment” adquiriu os direitos do clássico longa da década de 90. A companhia pertence aos produtores James Vanderbilt, roteirista de “O Homem Aranha”, William Sherak e Paul Neinstein. O trio pretende fazer uma nova versão da obra, após realizarem o mesmo com a franquia “Pânico”.

Vale lembrar que esta será a terceira proposta cinematográfica para o cientista, uma vez que em 1963 o saudoso Jerry Lewis protagonizou o material e depois o icônico Eddie Murphy deu continuidade. Sendo assim, o próximo roteiro ator deverá contar com outro ator do gênero, provavelmente alguém com bastante veia cômica, para assumir o papel principal.

Segundo o site, o projeto ainda estaria em fase inicial de desenvolvimento e as informações mais detalhadas sobre o elenco, equipe e data de estreia ainda não foram divulgadas.

O título original, considerado um dos trabalhos mais icônicos de Lewis, segue a história de um professor nerd que para melhorar sua vida amorosa, bebe uma poção que o faz emagrecer e ficar momentaneamente atraente, porém desagradável em termos de personalidade.

Em 1996, a Universal deu início a uma nova encarnação do protagonista, agora estrelada por Murphy, porém com a mesma fórmula básica. Neste caso, ele não apenas interpretou a figura do professor e seu alter ego, como também deu vida a todos os membros de sua família. Esta versão foi muito bem recebida pelo público e crítica, garantindo uma sequência também nos anos 2000: “O Professor Aloprado 2: A Família Klump”.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias