menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Oxímetros são usados para monitorar pacientes suspeitos e confirmados da Covid-19 em Sorocaba

Projeto será iniciado na UBSs Vitória Régia e Ulysses Guimarães

Band Mais

07h31 - 17/08/2020

Atualizado há 5 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A partir desta segunda-feira (17/08), a Secretaria da Saúde de Sorocaba inicia um novo trabalho de combate à Covid-19. Pacientes suspeitos e confirmados com a doença serão monitorados com o uso de oxímetros em suas residências. Neste momento, o projeto será iniciado nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Vitória Régia e Ulysses Guimarães, ambas Estratégia Saúde da Família (ESF). A intenção é que o trabalho seja ampliado para outras unidades.

O município recebeu 139 oxímetros que foram doados pelo Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde (CONASEMS) e pelo Instituto Estáter. O aparelho mede os níveis de oxigenação do sangue permitindo melhor controle do quadro clínico.

“Na Covid-19 pode ocorrer o que chamamos de hipóxia silenciosa (queda nos níveis de oxigenação), quando a pessoa ainda não sente falta de ar. É nesse momento que a intervenção da equipe de saúde pode evitar a piora na evolução da doença. Nossa intenção é realizar o monitoramento para diminuir a gravidade e mortalidade”, explica a médica e gestora da Atenção Básica, Tatchia Garcia.

A medição da quantidade de oxigênio no sangue, especialmente no tratamento à Covid-19, deve-se à necessidade de monitorar a média antecipadamente a um possível comprometimento dos pulmões pela doença, para melhor chance de recuperação. O uso do equipamento será monitorado por técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde.

Caso haja necessidade, pacientes serão encaminhados às unidades de saúde do município. O projeto tem a parceria e integração com o Núcleo de Urgência e Emergência (Nugue) e Santa Casa .

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias