menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

País recebe pronunciamento de Bolsonaro com panelaço em 19 capitais

Presidente voltou a defender ações do governo federal para acelerar a vacinação e conter crise econômica causada pela pandemia de covid-19

Agência Brasil

06h56 - 03/06/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Cidades brasileiras registraram panelaços como forma de protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite dessa quarta-feira (2), enquanto o presidente fazia pronunciamento no rádio e televisão dizendo que “todos os brasileiros que assim o desejarem serão vacinados neste ano.

O motivo da manifestação é a falta de medidas do governo federal para combater a covid-19. Foram ouvidos panelaços 19 capitais. Em bairros de São Paulo, do Rio, de Niterói, de Recife, de Belo Horizonte, de Florianópolis, de Vitória, de Fortaleza, de Porto Alegre, de Salvador e de Belém, além de várias regiões do Distrito Federal.

O governo também está sob pressão por causa da CPI da Covid, instalada no Senado para apurar possíveis omissões do governo federal no enfrentamento à crise sanitária. Em pouco mais de um mês de trabalho, os senadores priorizaram as convocações e depoimentos dos principais membros da gestão Bolsonaro.

No pronunciamento que durou cerca de sete minutos, o presidente voltou a defender ações do governo federal para acelerar a vacinação e conter a crise econômica causada pela pandemia. Ele citou a marca de 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19 entregues pelo governo aos estados, a sanção de nova rodada do Pronampe, que será permanente, e prometeu que todos brasileiros poderão se vacinar até o fim de 2021.

O mandatário também defendeu a realização da Copa América no Brasil, justificando que a competição seguiria protocolos de outros torneios. “Todos os nossos 22 ministros consideram o bem maior de nosso povo a sua liberdade. Que Deus abençoe o nosso Brasil”, disse Bolsonaro ao encerrar sua fala.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias