menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Parada LGBT+ neste domingo em São Paulo terá testes rápido de HIV

Evento será virtual pelo 2º ano consecutivo por causa da pandemia, mas terá uma atividade presencial, promovida pela Secretaria de Saúde

Agência Brasil

18h03 - 05/06/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A 25ª edição da Parada do Orgulho LGBT+ ocorre neste domingo (6) em São Paulo e, pela primeira vez, aborda a questão da epidemia de HIV/Aids. Com o tema Ame+, Cuide+, Viva+, o evento será virtual pelo segundo ano consecutivo por causa da pandemia de covid-19, mas terá uma atividade presencial, promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, com testagem rápida para identificação do HIV.

A ação ocorre entre 11h e 15h no Elevado Presidente João Goulart próximo à estação de metrô Marechal Deodoro. Um veículo adaptado estará no local para realizar os testes. O cadastro dos interessados termina meia hora antes do encerramento da testagem. Duas tendas serão montadas para dar o resultado aos interessados e evitar que duas pessoas estejam dentro do veículo ao mesmo tempo, mantendo assim os cuidados sanitários.

O teste rápido será feito por punção digital para evitar que a pessoa tenha que retirar a máscara, como ocorre com os exames que utilizam fluido oral. A secretaria destaca que o resultado sempre é dado por um profissional da saúde em local isolado, garantindo o sigilo. Em caso de resultado positivo, é feito um exame confirmatório. A pessoa será orientada pela equipe de saúde a buscar uma unidade de saúde especializada para iniciar o tratamento.

Também serão disponibilizados preservativos, tanto masculinos como femininos, além de sachês de gel lubrificante e autoteste para HIV. 

Outra ação de testagem está programada para o dia 27 de junho, data que antecede o Dia Mundial do Orgulho LGBT, em 28 de junho.

A transmissão da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo será das 14h às 22h pelo canal da associação da parada, APOLGBT, no Youtube. A programação terá shows, entrevistas, com participação de representantes de governos, organizações internacionais e da sociedade civil.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias