menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

“Pare com a política da perversidade”, diz Doria sobre Bolsonaro

Governador criticou presidente sobre a frase "Quer que eu faça o quê?", dita por Bolsonaro sobre as mortes por covid-19 no Brasil

Rose Guglielminetti, Band Mais

12h48 - 29/04/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O governador de São Paulo João Doria (PSDB) respondeu aos ataques do presidente Jair Bolsonaro, que durante uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, o responsabilizou pelo elevado número de mortes por covid-19 em São Paulo. O Estado registrou 2.049 mortes e 24 mil casos confirmados da doença.

Segundo Doria, Bolsonaro deveria respeitar os brasileiros no meio da pandemia do coronavírus. “Respeite pais, avós e filhos que perderam parentes por causa do coronavírus”, .

O governador disse que Bolsonaro deveria parar de fazer política.

Pare com a política da perversidade. Saia dessa bolha. Saia desse mundinho de ódio. E agora, presidente? Diante de mais de 5 mil mortes o senhor continua dizendo que o país vive uma gripezinha? Venha a São Paulo ver as pessoas agonizando nos leitos e a preocupação dos profissionais de saúde com as pessoas que podem vir a óbito. Venha ver a realidade. Não a realidade do estande de tiros que o senhor celebrou ontem, enquanto os brasileiros choram”

João Doria (PSDB), governador de São Paulo

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade