menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

“Parecia um filme de terror”, diz homem que se curou do coronavírus

Rogério Gonçalves da Silva teve alta depois de ficar 9 dias internado em Sorocaba

Felipe Pereira, Band Mais

19h05 - 07/05/2020

Atualizado há 29 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Era uma situação que Rogério Gonçalves da Silva, de 36 anos, jamais esperou passar. O sorocabano se viu na luta pela vida ao enfrentar a covid-19.

O rapaz, que tem bronquite, começou a apresentar os sintomas há cerca de duas semanas. Por causa da doença respiratória, o quadro foi se agravando rapidamente.

Quando deu entrada na Santa Casa de Sorocaba, foi intubado. “Quando acordei, parecia que estava num filme de terror. Todos aqueles tubos, engasgava, não conseguia falar. Foi uma sensação horrível”, resume o borracheiro, que conversou com o BandMulti.

Ele não sabe dizer quais medicamentos foram utilizados no tratamento, mas em menos de 9 dias, teve alta da Santa Casa.

Quando deixava a unidade, foi aplaudido por funcionários.

Após 9 dias de luta com o COVID-19, Rogério Gonçalves da Silva de 36 anos, deixa o Hospital, aumentando assim o número de recuperados desta pandemia.Agradecemos a todos os envolvidos diretamente e indiretamente nesta batalha.Santa Casa na luta contra o COVID-19 #covid19 #coronavirus #corona #recuperado #lutacontacovid19 #todosjuntossomosmaisfortes

Geplaatst door Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba op Woensdag 6 mei 2020

Rogério disse que provavelmente pegou a doença do pai, que também está internado na Santa Casa, mas em estado mais grave. Ele tem problemas renais, o que complica ainda mais o tratamento.

“Agora, a recomendação é ficar em casa, repousar, porque tiraram muito sangue para fazer as análises. Eu espero nunca mais pegar essa doença”, concluiu.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade