menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Polêmica sobre fim de animais em cativeiros no Bosque vai à Câmara

Após embate entre grupos pró e contra, vereador marca debate para discutir proposta da prefeitura

Blog da Rose

11h05 - 22/10/2019

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O fim de animais em cativeiros no Bosque dos Jequitibás está gerando polêmica na cidade. O governo Jonas Donizette (PSB) anunciou a decisão de proibir a presença de animais em cativeiro em praças, parques e bosques na cidade, como, por exemplo, no Bosque dos Jequitibás.

E desde o anúncio os grupos pró e contra a proposta há um embate. Tanto que no último domingo a GM (Guarda Municipal) teve que ser chamada ao Bosque devido ao embate.

O grupo que é favorável é o ligado aos ambientalistas que defendem a segurança e proteção aos animais. Já os que são contra afirmam que o fim dos animais no Bosque irá afastar a população do local.

Para tentar achar um meio termo neste debate, o vereador Marcelo Silva (PSD) marcou uma audiência pública no próximo dia 04/11, às 9h, na Câmara dos Vereadores. “Essa administração não dialoga com ninguém. O governo anunciou a proposta, mas ainda não enviou o projeto para a Câmara. Vamos reunir os dois grupos e tentar achar um meio termo e construir um projeto que atenda os anseios dos dois grupos”, disse o parlamentar.

Vereador Marcelo Silva marcou debate sobre o fim de cativeiro de animais na cidade

Período do fim do cativeiro

A mudança, porém, será a longo prazo e deve ser efetivada em 10 anos – à medida que os animais forem morrendo não serão substituídos. Hoje são cerca de 200 animais, que já estão em idade bem avançada, que vivem em cativeiro. No Bosque, continuarão os animais que já vivem soltos como bicho preguiça, tatu, araras, jacu, entre outros. São cerca de 100 animais neste grupo, de acordo com a Prefeitura de Campinas.

publicidade
publicidade
publicidade