menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Polícia encontra escuta telefônica em sala de juiz em Paulínia

Polícia fechou o prédio na tarde desta segunda-feira para procurar o "grampo", instalado ilegalmente

Blog da Rose

17h13 - 09/03/2020

Atualizado há 7 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Polícia Civil de Paulínia encontrou na tarde desta segunda-feira (09/03) uma escuta telefônica na sala do juizda 1ª Vara Distrital de Paulínia, Carlos Eduardo Mendes. O prédio, que fica na região central da cidade, foi esvaziado e fechado para que fosse feita uma varredura no local. A rua foi fechada.

Segundo informações, o magistrado desconfiou de que tinham colocado grampo ilegal em sua sala e pediu uma perícia particular. O laudo teria apontado que poderia ter um outro equipamento conectado à linha telefônica da sala do juiz.

A informação é a de que um segundo grampo teria sido encontrada, mas não há confirmação.

Esse juiz é responsável por vários processos de improbidade administrativa contra gestores de Paulínia.

Ninguém foi preso e nem identificado como autor da instalação da escuta telefônica no Palácio 28 de Fevereiro.

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral) foi procurado, mas ainda não retornou para comentar a ocorrência.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade