menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Polícia Federal prende falsa enfermeira suspeita de vacinar empresários em BH

Administração irregular de vacinas teria ocorrido na garagem da empresa de Viação Saritur, na capital mineira

Band Mais

07h16 - 31/03/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Polícia Federal prendeu, na noite desta terça-feira (30), a cuidadora de idosos Cláudia Mônica Pinheiro Torres de Freitas, suspeita de se passar por enfermeira e comercializar ilegalmente vacinas contra a covid-19. De acordo com a polícia, Cláudia Mônica é a profissional responsável pela vacinação dos empresários do setor de transportes, em uma garagem de ônibus de Belo Horizonte. Ainda segundo a Polícia, a falsa enfermeira foi encaminhada para o Complexo Penitenciário Estevão Pinto, na capital.

À tarde, a PF havia cumprido dois mandados de busca e apreensão na residência da cuidadora de idosos e de seu filho e também em uma clínica em Belo Horizonte.

As ações foram parte da Operação Camarote, que investiga “suposta importação” e “administração irregular de vacinas” que teria ocorrido na garagem da empresa de Viação Saritur, na capital mineira, um dos maiores conglomerados de transporte de passageiros do estado de Minas Gerais.

A mulher já tem passagem por furto, também teria comercializado vacinas ilegais para outras pessoas, além dos investigados na operação Camarote, informou a PF.

O advogado de defesa de Cláudia, Bruno Agostini Ribeiro, disse que só se manifestará após analisar o processo. A cuidadora de idosos responderá pelos crimes de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. Os crimes preveem prisão por até 15 anos e multa.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias